Páginas

terça-feira, 2 de novembro de 2010

ASSIM NÃO DÁ!!! NÃO EXIBIR OS DESENHOS DAS CRIANÇAS NA ESCOLA...


Na tentativa de criar um ambiente familiar para a meninada, muitas escolas de Educação Infantil optam por enfeitar as paredes com personagens de desenho animado e cenas de contos de fadas. A iniciativa, por mais bem intencionada que seja, não dá às crianças a chance de interagir com o espaço e pode acabar reforçando estereótipos. A escola que faz uma decoração com imagens desse tipo acaba mostrando aos pequenos que não quer que eles marquem o ambiente em que trabalha com produções próprias.

Além disso, os personagens escolhidos nem sempre são familiares a todos. Muitos desenhos representam mais a visão que o adulto tem dos interesses infantis do que o universo em que a meninada vive.

Em vez de pendurar em murais e varais exclusivamente as produções dos adultos, é mais interessante usá-los como espaço de reversibilidade, capaz de abrigar diferentes produções dos pequenos ao longo do ano, de acordo com o plano de trabalho desenvolvido pelo professor.

Com isso, eles se veem naquele espaço, se identificam com o ambiente e podem perceber e comentar as semelhanças e diferenças entre seus trabalhos e os dos colegas.

Ao participar do local em que passam boa parte do dia, os alunos entendem que a escola se interessa pelo aprendizado e valoriza o esforço de cada um. É uma ótima maneira de dar aos pequenos um ambiente familiar, em que se sintam, de fato, acolhidos e prestigiados.

Texto extraído da Revista Nova Escola.
________________________________________
Consultoria Maria Paula Zurawski, mestre em Educação pela Universidade de São Paulo (USP), professora titular do Instituto Superior de Educação Vera Cruz, de São Paulo, SP

2 comentários:

Marco Teles disse...

É issp aí!
Trabalho de adultos podem ser referências para a formação de crianças, mas não podem ser uma restrição técnica. Sou cartunista e já tive oportunidade de ver crianças fascinadas com desenhos que nunca viram, personagens criados na hora. Isso mostra que o mais importante não são as obras em si (embora também sejam) mas o que elas podem produzir na noção que a criança constrói da vida.
Deus a abençoe!

EDMA disse...

COMPARTILHO COM VC DA MESMA IDÉIA .
ACHO QUE TODO ENTUSIASMO DO PROFESSOR NO INICIO DO ANO PRINCIPALMENTE EM ´´DECORAR ´´ A SALA DEVE SER BEM PENSADO ,PQ AS PAREDES DA SALA DEVEM SER O MURAL DAS OBRAS DE ARTE DOS ALUNOS .E SEM DUVIDA FICA MUITO LINDO UM VARALZINHO DE TRABALHOS FEITO POR ELES ,EU ADORO !!!!

Postar um comentário